Estadão

De Real para Realidade

i x Efeitos sonoros
Últimas Notícias

Obra de casa de campo leva Lula à Justiça

Leia maisFechar
Coluna do Estadão 18/12/2017, 05h30

 

 

Denunciado pelo Ministério Público por lavagem de dinheiro no caso do sítio de Atibaia, o ex-presidente Lula voltou a ter problemas com outra propriedade rural. A prefeitura de São Bernardo do Campo multou o petista em R$ 43 mil e embargou a construção de uma casa de 380 m² num terreno dele vizinho ao sítio Los Fubangos, imóvel que também pertence ao ex-presidente. Os fiscais constataram irregularidades ambientais. Lula recorreu da decisão, no último dia 11, ao TJ de São Paulo, que ainda não se manifestou. A obra está paralisada. (Ao contrário do que a Coluna informou anteriormente, no caso de Atibaia ainda não há sentença do juiz Sérgio Moro)

Receba no seu e-mail conteúdo de qualidade

Logo você receberá os melhores conteúdos em seu e-mail.

Lar doce lar. A área onde a casa está sendo construída tem 20,5 mil m², foi comprada por Lula em 2016 por R$ 545 mil, quando o sítio em Atibaia já havia sido descoberto pela Lava Jato. O Los Fubangos foi adquirido por Lula na década de 90.

Com a palavra. A assessoria de Lula diz que a prefeitura adotou critérios utilizados para imóveis urbanos numa área rural. Gil Fonseca, secretário de Meio Ambiente, afirma que “o projeto em execução não estava de acordo com o plano aprovado pela prefeitura”.

Pressão. Parlamentares tentam convencer o presidente do PMDB, Romero Jucá, a adiar a convenção nacional do partido marcada para amanhã. Entre eles, o presidente do Senado, Eunício Oliveira. Jucá resiste.

Pauta bomba. Peemedebistas alegam que a agenda vai gerar guerra interna desnecessária. Jucá quer discutir como o partido irá dividir o fundo eleitoral entre os deputados que buscam a reeleição e os demais.

Tudo igual. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, pediu ao PSDB para que informe aos institutos de pesquisa que ele é pré-candidato ao Planalto. Está incomodado em ver apenas Geraldo Alckmin nos testes.

Agora vai. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, garantiu a interlocutores que em 2018 vota o projeto que acaba com os salários acima do teto e também o de abuso de autoridade.

Lobby. Maia confidenciou que o primeiro não andou a pedido da presidente do STF, Cármen Lúcia, e o segundo, de Raquel Dodge (PGR).

Sinai Particulares: Rodrigo Maia, presidente da Câmara; por Kleber Sales

 

Virtual. Comissão especial da Câmara analisa nesta terça relatório do deputado Expedito Neto (PSD-RO) que proíbe o bitcoin no País. Há um movimento para derrubar o parecer.

Melhor deixar. O deputado Áureo Ribeiro (SD-RJ) vai propor a regulamentação da moeda virtual para evitar que seja usada de forma clandestina até para pagar despesas eleitorais.

Tô dentro. Para entender o negócio, Ribeiro comprou US$ 50 de bitcoin em junho. Com a supervalorização, hoje tem US$ 300. Seu colega Alexandre Valle (PP-RJ) aplicou US$ 250 e agora tem mil dólares.

CLICK. O deputado Aelton Freitas (PR/MG), à esq, se fantasiou de gangster numa festa em Goiânia. Usou até flor vermelha na lapela, marca do Poderoso Chefão.

Foto: arquivo pessoal

#ForaJabuti. O governo estuda vetos ao projeto aprovado pelo Congresso que prevê o pagamento da dívida dos agricultores com a Previdência em até 20 anos. A equipe econômica teme que alguns artigos ampliem demais o benefício.

Bem explicadinho. A preocupação da Fazenda é deixar claro na lei que somente créditos fiscais de até cinco anos poderão ser utilizados para abater as dívidas do Funrural.

PRONTO, FALEI!

Foto: Wilton Júnior/Estadão

“Espero que, em 2019, a embaixada do Brasil, por ordem do novo presidente, vá para Israel”, DO SENADOR MAGNO MALTA (PR-ES), confundindo o nome do país com o da cidade de Jerusalém.

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE E LEONEL ROCHA

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter:
 @colunadoestadao
Facebook:
 facebook.com/colunadoestadao
Instagram:
 @colunadoestadão

 

R$ 43.000,00 = 83 Caminhões-pipa
Linhas existentes - 335 km
Linhas que poderiam existir - 934 km
N

São Paulo

10 km
Vacinas dos últimos anos
Vacinas que poderiam ser compradas
Aedes aegypti - transmissor da Dengue / Chicungunya / Zica
Nº de repelente
14.964 casos de 2013 a 2016
1.125 cartelas de Tamiflu
225 casos por H1N1
Foto: Gabriela biló | Fonte base conversão: Estadão

Neste momento em que o País passa por uma situação crítica, com deficiência de serviços públicos básicos, diariamente há um volume de denúncias e suspeitas de desvio de dinheiro de proporções sempre surpreendentes. Milhares, milhões, bilhões. São cifras tão grandes que fica difícil para os leitores entender a real dimensão do problema. Com a ferramenta “De Real para Realidade”, o leitor vai poder interagir com as matérias do jornal, convertendo as quantias em benefícios como vacinas H1N1, ambulâncias, repelentes, casas populares, quilômetros de metrô, entre outros, conectando as notícias de onde o dinheiro desaparece com as notícias de onde ele está faltando.

Fonte base conversão: Estadão
O valor base de conversão de Ambulâncias é de R$ 82.406, baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Ambulância: R$ 82.406
O valor base de conversão de Caminhões-pipa é de R$ 516 (15 mil litros), baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Caminhão-pipa: R$ 516 (15 mil litros)
O valor base de conversão de Casas Populares é de R$ 200.000, baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Casa Popular: R$ 200.000
O valor base de conversão de Quilômetros de Metrô é de R$ 296.000.000, baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Km de Metrô: R$ 296.000.000
O valor base de conversão de Merendas Escolares é de R$ 2,22, baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Merenda Escolar: R$ 2,22
O valor base de conversão de Quadras Poliesportivas é de R$ 44.450, baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Quadra Poliesportiva: R$ 44.450
O valor base de conversão de Repelentes é de R$ 12, baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Repelente: R$ 12
O valor base de conversão de Tamiflus é de R$ 199 (75mg), baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Tamiflu: R$ 199 (75mg)
O valor base de conversão de Vacinas H1N1 é de R$ 120, baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Vacina H1N1: R$ 120
O valor base de conversão de Viaturas Policiais é de R$ 51.266 (Palio Weekend), baseado nas fontes fornecidas pelo Estadão Viatura Policial: R$ 51.266 (Palio Weekend)